Suspeito no assassinato de mulher de São Francisco tinha sido deportado por cinco vezes

Clique aqui para comentar esta publicação


Esse artigo vem da CNN, que é de centro esquerda, então não podem argumentar que só é visão de direita. 




Updated 1621 GMT (0021 HKT) July 4, 2015

Suspeito no assassinato de mulher de São Francisco tinha sido deportado por cinco vezes
San Francisco (CNN)- Kate Steinle estava andando em um píer abarrotado em San Francisco com seu pai, quando houve um único som que estourou no ar.
Ela caiu no chão, atingido por uma bala, vítima do que a polícia diz parecer ser uma bala perdida.
O homem acusado de disparar o mortal tiro... 45 anos Juan Francisco Lopez-Sanchez-- é um imigrante indocumentado (ilegal), um repetido criminoso que foi deportado cinco vezes para o México, de acordo com oficiais da imigração.
Teriam sido seis deportações, uma fonte do departamento federal de reforçamento da lei disse a CNN, mas autoridades em São Francisco o queriam sobre um mandado relacionada com drogas.
Então, o ICE (Immigration and Customs Enforcement), que tinha Lopez Sanchez sob sua custódia (preso) em março, após sua libertação de uma prisão federal, o entregou para delegados de São Francisco. ICE diz que eles requisitaram um agente de imigração, pedindo que a ICE fosse notificada antes de Lopez-Sanchez foi liberado.
Mas San Francisco é uma cidade que não obedece tais requerimentos e o xerife (chefe de polícia) o liberou (cidade santuário). Freya Horne, chefe de assessoria jurídica para o Xerife do Condado de São Francisco, disse a CNN que ele foi solto porque não havia nenhuma amparo legal para deter o suspeito.
Na noite de quarta-feira, ele atirou uma vez em Steinle de 31 anos no Pier 14 na parte superior do seu corpo, de acordo com a polícia. Ele foi encontrado uma hora mais tarde há mais ou menos uma milha de distância e foi preso. CNN não poderia determinar na sexta-feira, se ele tem um advogado.

Suspect in killing of San Francisco woman had been deported five times
San Francisco (CNN) - Kate Steinle was walking on a busy pier in San Francisco with her father when there was a single popping sound in the air.
She fell to the ground, struck by a bullet, the victim of what police say appears to be a random killing.
The man accused of firing the deadly shot -- 45-year-old Juan Francisco Lopez-Sanchez -- is an undocumented immigrant, a repeat felon who has been deported five times to Mexico, according to immigration officials.
It would have been six, a federal law enforcement source told CNN, except authorities in San Francisco wanted him on a drug-related warrant.
So, U.S. Immigration and Customs Enforcement, which had Lopez-Sanchez in its custody in March after his release from federal prison, turned him over to San Francisco deputies. ICE said they requested an immigration detainer, asking that the agency be notified before Lopez-Sanchez was released.
But San Francisco is a city that doesn't honor such requests and the sheriff's department released him. Freya Horne, chief legal counsel to the San Francisco County Sheriff, told CNN that he was let go because there was no legal cause to detain the suspect.
On Wednesday evening, he shot the 31-year-old Steinle at Pier 14 once in her upper body, according to police. He was found about a mile away an hour later and arrested. CNN could not determine on Friday if he has an attorney.

***
Artigo traduzido por
 
Ricardo G Lopes

***


Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário