O que é uma cidade santuário? (What is a sanctuary city?)

Clique aqui para comentar esta publicação


 
O que é uma cidade santuário?

O termo "cidade santuário" é um termo amplo, aplicado às jurisdições que possuem políticas estabelecidas destinadas a limitar a cooperação com (ou envolver-se com) ações federais de reforçamento de imigração. Cidades, Condados (municípios) e alguns Estados têm uma gama de políticas informais, bem como leis existentes que se qualificam como posições de "santuário".

A maioria dessas políticas giram em torno de não cooperar com a lei federal de reforçamento das políticas de imigração. Muitas das maiores cidades do país têm conteúdos de tais políticas.

Em 2015, mais de 200 jurisdições estaduais e municipais não obedeceram pedidos de do departamento de reforçamento de imigração e alfândegas (ICE) para deter indivíduos, afirmou a diretora do ICE, Sarah Saldaña, perante o Congresso americano, e um subconjunto desse grupo se recusou a dar acesso a suas cadeias e prisões ao ICE.

De acordo com rastreamento pelo Centro de Estudos de Imigração, uma entidade que defende restrições de imigração e se opõe a políticas de santuário. Aproximadamente 300 jurisdições santuário rejeitaram mais de 17.000 solicitações de detenção, entre 1 de janeiro de 2014 e 30 de setembro de 2015.

A ideia para cidades santuário parece ter nascido das igrejas na década de 1980, as quais fornecem santuário para Centro-Americanos fugindo da violência em seus países em meio a relutância do governo federal para conceder-lhes o estatuto de refugiado. Tornaram-se populares nas mais diversas localidades para contrabalançar - o que os funcionários dessas localidades viam como -  políticas de imigração federal demasiado zelosas, especialmente contra os presos por crimes não-violentos e menores.

Esse texto é um extrato de "What are sanctuary cities, and can they be defunded??" do site da CNN


Ver texto completo aqui.
http://www.CNN.com/2017/01/25/Politics/Sanctuary-Cities-Explained/index.html


Artigo traduzido por
Ricardo Lopes





Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário