VATICANO CENSURA A SEÇÃO DO PAPA PIO XI QUE EXPÕE A CONDENAÇÃO DA IGREJA CONTRA O COMUNISMO E SUAS FUNDAMENTAÇÕES MARXISTAS - por Loryel Rocha (19.10.2016)

Clique aqui para comentar esta publicação



NOTA: a página da Encíclica Divinis Redemptoris já está novamente disponível no site do Vaticano:




Há poucos dias atrás, a UNESCO aprovou resolução que Jerusalém não tem nenhuma relação com os judeus e o Brasil comandado por Michel Temer apoiou. Bem, se a cristandade existe, é graças a história de Israel, onde Jerusalém é pedra fundamental. Posto isso fora, a centralidade da mensagem cristã cai por terra. A resolução da UNESCO foi aprovada há poucos dias. No entanto, a censura do Vaticano parece ter por volta de 1 mês, ou seja, são acontecimentos quase que "simultâneos". Evidentemente, a encíclica está publicada em livros e artigos, portanto, a mera supressão do site do Vaticano não a extermina dos anais da história, fato que torna o caso mais singular e emblemático ainda. A notícia da desaparição nos chegou ontem por intermédio de Jefferson Teixeira que compartilhou artigo do Pe. Augusto Bezerra, da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, que replicamos abaixo, mas, antes, compartilhamos a frase de Olavo de Carvalho sobre o acontecido:
“De fato, os documentos do Papa Pio XI desapareceram da página oficial do Vaticano. O link remete aos textos do sr. Chico Bergoglio. O Vaticano censurando encíclicas papais já não é um caso de "infiltração", mas de OCUPAÇÃO. Simplesmente não é possível ser fiel à Igreja e ao sr. Bergoglio -- e sua equipe -- ao mesmo tempo.” (Olavo de Carvalho)



Artigo do Pe. Augusto Bezerra - Rio de Janeiro - 18 out, 2016:

Hoje fiéis leigos começaram a relatar uma falha no acesso a documentos importantíssimos no site da Santa Sé na seção do Papa Pio XI. Logo se deram conta de que toda a seção havia caído. A encíclica mais procurada atualmente pelos fiéis do pontífice é a “Divinis Redemptoris” que expõe toda a condenação por parte da Igreja contra o comunismo ateu e todas as suas fundamentações marxistas.

Toda vez que se tenta acessar a seção, a navegação é redirecionada para a página principal da Santa Sé.

Um programador confirmou que a seção foi excluída por ação interna. 

Nenhum veículo de comunicação oficial noticiou o fato ou deu explicações pela seção inteira ter sido removida desde 12 de setembro. Outras seções de outros papas não mostraram a mesma falha.

As últimas atividades podem ser verificadas a partir desse link que mostra que o conteúdo foi encerrado há mais de um mês:


Guardem seus PDFs e outras fontes acessíveis ao conteúdo dos documentos de Pio XI, principalmente a Divinis Redemptoris, uma vez que não sabemos se o que aconteceu levou a perda de dados digitais permanente ou se existe backup para a reposição dos dados futuramente. Podemos ficar sem acesso a alguns documentos por meses se for o caso de perda total. Enquanto isso, esperamos que o mistério da seção Pio XI se resolva logo, o quanto antes.

Se quiser conferir, é só tentar acessar a seção através dos links:

Seção de Pio XI

Divinis Redemptoris


******

******


Link da Encíclica do Santo Padre Pio XI que foi apagada no site da Santa Sé:




******


Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário