NO PRÓXIMO MÊS, O TEMPLO BAAL SERÁ ERGUIDO EM NOVA YORK

Clique aqui para comentar esta publicação



Publicado em 30 de março de 2016

O arco de 50 pés do Templo de Baal* será reproduzido em Nova York e em Londres no próximo mês ... e em centenas de outras cidades ao redor do mundo!

Parece que o dia exato das reproduções do arco que estava diante do Templo Baal a serem realizadas em Times Square, na cidade de Nova York, e em Trafalgar Square, em Londres, também é o dia exato em que começa um festival oculto muito importante ligado ao culto de Baal. Dezenove de abril é o primeiro dia de um período de 13 dias conhecido como “o Sacrifício de sangue da besta”, que culmina com o dia oculto de Beltane em 1º de maio.


Em algumas partes do mundo, Beltane é muito mais conhecido como “May Day” (Dia do Trabalho) e foi descrito como o “segundo feriado Illuminati mais sagrado”. Nós testemunhamos, de fato, uma série preocupante de “sacrifícios de sangue” durante a segunda quinzena de abril e no decorrer dos últimos anos, e muitas pessoas se perguntam se existe uma conexão.

VEJA TAMBÉM: A verdadeira agenda do Vaticano e a revelação codificada do Grande Selo dos Estados Unidos

O fato de 1.000 arcos (porta, portão) de 50 pés do Templo de Baal-Moloch serem construídos em cidades em todo o mundo, o deus a quem faziam sacrifício de crianças, mostra que estamos muito perto da revelação do Anticristo e de seu reino. O culto a Baal/Marduk refere-se à antiga Babilônia. O culto a Marduk é a raiz de todas as religiões pagãs antigas, do Egito (Osíris), da Grécia (Apolo) e de Roma.

Ainda hoje, muitas sociedades secretas e grupos ocultistas aguardam ansiosamente o dia em que esta divindade pagã voltará a governar o mundo (“reino da besta”).

As Escrituras bíblicas anunciam o retorno do deus Apolo e de uma horda de criaturas diabólicas em Apocalipse 9, versículo 7-11.

É oportuno perguntar qual será a impregnação espiritual nos visitantes durante a “passagem sob o arco” ...

Esta iniciativa de uma equipe do Instituto de Arqueologia Digital, chamada de “Monumentos Men” (referindo-se à equipe encarregada de recuperar as obras roubadas pelos nazistas no fim da Segunda Guerra Mundial), visa proteger e restaurar monumentos históricos, um Patrimônio Mundial da UNESCO e isso, a fim de produzir um efeito (usando câmeras digitais 3D) sobre as ações de destruição dos sítios arqueológicos causadas pela organização Estado Islâmico.

A criação do Instituto de Arqueologia Digital é um esforço conjunto da Universidade de Harvard, da Universidade de Oxford, na Grã-Bretanha, e do Museu do Futuro, em Dubai.

Conforme relatado pelo New York Post, o Instituto de Arqueologia Digital espera colocar 1.000 destes arcos em cidades no mundo todo.


******


(*) O acrônimo Baal, nome do deus pagão citado tanto nas escrituras sagradas do Torá (judaísmo) quanto na Bíblia (cristianismo), refere-se aos nomes dos demônios Beelzebub, Astarot, Asmodeus e Leviatã.


******

Fontes:






******


VEJA TAMBÉM:

SATANÁS NO QUIRINAL E NÓS TEMOS QUE TOLERAR?

O evento intitulado ARTE BELZEBU terá lugar no Complexo Monumental dos Dióscuros do Quirinal (Via Piacenza 1, Roma) em 14 de abril de 2016. E esta será a primeira exposição de Arte Contemporânea dedicada a Satanás. 



***

JOVENS NO ENCONTRO DA FRANCO-MAÇONARIA

A reunião organizada para sábado (02/04) em Paris pela Grande Loja e pela Grande Loja Feminina da França irá contar com a presença de Najat Vallaud-Belkacem que disse estar consciente de que “a República e a Escola deviam à franco-maçonaria”.





******


Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário