1

VATICANO LIGADO AO VÍDEO DAS NAÇÕES UNIDAS SOBRE INTEGRAÇÃO DA VIDA EXTRATERRESTRE - por Michael E. Salla

Clique aqui para comentar esta publicação


VATICANO LIGADO AO VÍDEO DAS NAÇÕES UNIDAS SOBRE INTEGRAÇÃO DA VIDA EXTRATERRESTRE - por Michael E. Salla

 

Vaticano ligado ao vídeo das Nações Unidas sobre integração da vida extraterrestre

Por Michael E. Salla

Publicado em 27 de agosto de 2015


Em 10 de agosto, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) lançou um vídeo que mostra uma criança extraterrestre sendo integrada em uma sala de aula normal. O vídeo mostra a criança inicialmente sendo ridicularizada e, em seguida, sendo aceita, depois que ela usa habilidades psíquicas avançadas para levitar atores em uma peça da escola. O vídeo foi lançado no Chile e, até agora, teve mais de sete milhões de visualizações.

O que a cobertura inicial do vídeo pela mídia alternativa perdeu foi o envolvimento do Vaticano através de uma organização fundada pelo Papa Francisco, que está patrocinando a UNICEF na tentativa de mudar a maneira como as crianças são educadas. Isto sugere uma ligação direta entre o Vaticano e um esforço secreto das Nações Unidas para integrar a vida extraterrestre na sociedade humana.

Após a liberação do vídeo no Facebook, a UNICEF no Chile anunciou: “Conhecer alguém é uma grande oportunidade de viver experiências valiosas. Diga sim à integração!”.




Enquanto a UNICEF está apresentando o vídeo como um esforço para ter crianças aceitando aquelas que são fisicamente diferentes delas, a fim de reduzir incidentes de violência, o uso no vídeo de uma starchild alienígena sugere uma explicação muito mais atraente. O propósito real é preparar a humanidade para dar as boas vindas abertamente e integrar a vida extraterrestre.

Um acordo assinado em Roma, em 21 de abril de 2015, pelo Papa Francisco, deu início a um período de cinco anos de colaboração entre a organização criada pelo Vaticano “Scholas Occurrentes” (ver: https://es.wikipedia.org/wiki/Scholas_Occurrentes) e a UNICEF:

Scholas e a UNICEF irão inicialmente cooperar em uma série de atividades conjuntas em todo o mundo, com o objetivo especial de acabar com a violência e de promover a conexão de todos os jovens, aproveitando ao máximo as capacidades únicas de cada pessoa para favorecer a participação de adolescentes e para ampliar o seu acesso às ferramentas e informações de que precisam para conectar-se, comunicar-se e trabalhar juntos.

O vídeo da criança alienígena é explicitamente destinado a “pôr fim à violência e promover a conexão de todos os jovens”, como descrito no contrato da UNICEF com a iniciativa “Scholas Occurrentes” do Vaticano. Isto é uma evidência de um vínculo direto entre o Vaticano e o vídeo alienígena da UNICEF. Portanto, é razoável concluir que o Vaticano secretamente está tomando parte na iniciativa das Nações Unidas, a fim de preparar a humanidade para acolher e até mesmo integrar visitantes extraterrestres.

Isto não é uma grande surpresa. O Papa Francisco e os astrônomos do Vaticano já se referiram aos extraterrestres como podendo ser batizados, e aceitos como “irmãos em Cristo”. Em maio de 2014, o Papa disse que poderia batizar marcianos, se eles pedissem. Meses mais tarde, em setembro, o astrônomo do Vaticano Guy Consolmagno (um jesuíta como o Papa Francisco), fez um discurso em um simpósio patrocinado pela NASA e pela Biblioteca do Congresso, onde discutiu o batismo de seres extraterrestres.

Pouco depois, em 27 de outubro de 2014, o Papa Francisco divulgou um comunicado onde ele se referiu a “seres do universo” (extraterrestres) como uma importante parte do plano evolutivo de Deus:

Ele criou os seres e permitiu que se desenvolvessem de acordo com as leis internas que ele deu a cada um, de modo que eles foram capazes de se desenvolver e de chegar a sua plenitude de ser. Ele deu autonomia aos seres do universo, ao mesmo tempo em que ele cuidou da sua presença contínua, dando existência a cada realidade. E assim a criação continuou durante séculos e séculos, milênios e milênios, até que se tornou o que nós sabemos hoje, precisamente porque Deus não é um demiurgo ou um mágico, mas o criador que dá existência a todas as coisas.

Se foi posteriormente revelado que historicamente os extraterrestres desempenharam um papel importante na evolução da humanidade, então uma forte justificação teológica foi estabelecida para integrá-los na sociedade humana.

Finalmente, o que é importante ter em mente é a próxima visita do Papa Francisco à sede das Nações Unidas em Nova Iorque, em 25 de setembro, para discursar na Assembleia Geral. O lançamento do vídeo da criança alienígena em 10 de agosto cria a possibilidade de que o Papa irá levantar a questão extraterrestre durante o seu discurso nas Nações Unidas. Antes do discurso do Papa, ele vai se reunir com o presidente Obama em 23 de setembro, e discursar em uma sessão comum do Congresso dos Estados Unidos no dia seguinte. Todos estes eventos coincidem com uma previsão das energias cósmicas atingindo um pico em 23 de setembro, que também é o equinócio vernal (da primavera), levando a grandes mudanças globais.

É bem possível que um grande discurso papal sobre a vida extraterrestre esteja sendo coordenado no mais alto nível entre os líderes nas Nações Unidas e os Estados Unidos. Independentemente do que o Papa escolher para divulgar durante a sua próxima turnê norte-americana, é altamente considerável que ele está ligado a um esforço secreto das Nações Unidas para educar a humanidade sobre a importância das boas vindas e da integração da vida extraterrestre na sociedade humana.


© Michael E. Salla, Ph.D. Copyright Notice


******

Fonte:


***

Tradução e postagem: Portal dos Anjos e das Estrelas de Luz


******

Veja também:

“Todos os Jesuítas do mundo estão em obediência absoluta e, segundo sua fórmula “abandonar-se como um cadáver”, eles são como robôs nas mãos dos seus chefes. Eles formam um corpo militar de elite - ao mesmo tempo padres e guerreiros - presente em todos os países. É um exército demoníaco que investiu a Terra, e a ligação dos Jesuítas com os extraterrestres Grey é mais do que provável.”



******


Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

Um comentário: