1

CULTO SACRIFICIAL DE CRIANÇAS INTERROMPIDO, PRISÕES FEITAS EM MONTREAL - 16.08.2014 - ITCCS

Clique aqui para comentar esta publicação



Culto Sacrificial de Crianças Interrompido, Prisões feitas em Montreal

Publicado em 16 de Agosto de 2014

Anúncio Público do Comando Central das Unidades de Ação Direta estabelecidas pelo Tribunal de Justiça de Direito Comum Internacional

Comunicado Global No. 2: 16 de agosto de 2014 - Bruxelas

Nas primeiras horas desta sexta-feira, dia 15 de agosto, uma das nossas Unidades de Ação Direta (UAD) treinadas, em Montreal, no Canadá, interrompeu com sucesso os preparativos para um ritual de culto sacrificial de crianças em uma residência privada no elegante bairro de Outremont.

No curso da ação e sob a autoridade de mandados emitidos pelo Tribunal, a UAD prendeu dois membros do culto que estão sendo mantidos em prisão preventiva antes do seu interrogatório e de eventual acusação perante o Tribunal.

O Comandante da UAD que liderou a ação emitiu o seguinte relatório ao nosso Escritório Central:

"Às 07:00 horas de ontem, 15 de agosto, a nossa equipe Alfa entrou em ação na residência privada em Outremont, Quebec, que estava sob a nossa vigilância desde 04 de agosto. Não houve oposição ou resistência por parte do único guarda de segurança armado na referida residência, que foi imediatamente detido junto com um funcionário do culto, do sexo masculino, envolvido nos preparativos para o ritual que iria acontecer à meia-noite.

 “Ao ser questionado, o guarda de segurança privada identificou o local do ritual como sendo dentro de uma pequena câmara do subsolo que foi vistoriada e filmada pela nossa equipe. A câmara inclui duas celas pequenas com algemas de parede, e uma sala central à prova de som contendo um altar de pedra repleto de manchas de sangue aparente que foram coletadas e embaladas para análise. Uma sala adjacente contém armários trancados com considerável material pornográfico infantil, artigos de vestuário infantil que foram ensacados para análise, instrumentos metálicos de tortura, espadas cerimoniais, e equipamento sofisticado de filmagem.

"O empregado do culto sob nossa custódia recusou-se a responder a todas as nossas perguntas, mas no decorrer da nossa ação um segundo membro do culto chegou à residência e foi detido. Este membro, uma mulher mais velha, estava muito nervosa com a nossa presença e o nosso uniforme. Ela, portanto, admitiu o próximo ritual naquela noite e identificou três dos seus participantes: um 'bispo católico local' que ela se recusou a dar o nome, um executivo da empresa Cargill chamado Kerry Brick, e um americano chamado Stephen Holding da Sun Valley, Idaho, aparentemente junto com a Sinclair Oil, Ltd.

"Esta informante também afirmou que as duas crianças a serem usadas no ritual da meia-noite estavam sendo mantidas em uma instalação isolada na Universidade McGill, mas ela alegou não saber onde. Ela disse que o procedimento normal era o de entregá-las em estado drogado, um pouco antes do ritual começar, por motivos de segurança. Por fim, ela confirmou que os membros do culto se apresentam como parte da sociedade do Nono Círculo e afirmam que todos eles possuem tatuagens com uma insígnia do culto do referido Nono Círculo.

"Nossa equipe reteve os três prisioneiros e bloqueou as instalações, enquanto pegávamos mais vídeos e amostras da câmara subterrânea. Em seguida, cobrimos um perímetro no bairro prevendo a chegada dos participantes do culto e das suas vítimas. Infelizmente, apesar de termos mantido a nossa vigília até bem depois da meia-noite, ninguém mais chegou às instalações no resto do dia e durante a noite. Devemos assumir que os participantes foram de alguma forma alertados para a nossa presença e abortaram o ritual.

"O segurança sob nossa custódia foi liberado por nós depois de ter provado que ele tinha sido contratado em uma empresa comercial privada. Os dois membros do culto estão sendo mantidos no nosso estabelecimento prisional da UAD, em Montreal, antes do interrogatório com o Procurador do Tribunal e de suas afiliadas canadenses. Todas as amostras e os filmes que obtivemos foram enviados à sede de Bruxelas para análise.

"Estamos mantendo a nossa vigilância discreta nesses locais de culto em Outremont até que novas ordens sejam recebidas do Comando Central.

Comandante da Equipe Alfa, Unidades de Ação Direta, Montreal 16/08/2014”


Relatório Complementar da Ação na Pro Catedral, Irlanda, pela Equipe Beta das UAD:

Nossa equipe Beta das UAD em Dublin, Irlanda, não encontrou qualquer atividade ritualística na Catedral, na hora e data relatadas pelos nossos dois informantes da Diocese. Eles alegam que o ritual foi cancelado ou foi mudado para outro local, mas não puderam confirmar nada mais. No entanto, a identidade de um membro do Nono Círculo em Dublin foi compartilhada por um dos informantes da Diocese: um sacerdote chamado Damien O'Reilly, que é um assistente do dirigente da Igreja Católica na Irlanda, em Dublin, o Arcebispo Diarmuid Martin.

A Equipe Beta das UAD continua com os seus procedimentos de vigilância na Pro Catedral e em outros centros de culto relatados na Irlanda, e está ajudando o Tribunal de Direito Comum que está sendo estabelecido em Galway a investigar o aparente ritual de matança de bebês na unidade católica em Tuam.

……………………

O Tribunal está agindo para autorizar um acompanhamento adicional de ações por parte das nossas UAD em outros centros de sacrifício de crianças em Roma, no Canadá, nos Estados Unidos, na Irlanda, na Inglaterra, na Bélgica e na Holanda. Atualizações a serem publicadas.

CC-UAD - Comunicado No. 2

Emitido em 16 de agosto de 2014
Bruxelas

Escritório do Comando Central das UAD


******


***

Tradução e postagem: Portal dos Anjos e das Estrelas de Luz

******


Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

Um comentário:

  1. Vídeo postado hoje (16/08):

    https://www.youtube.com/watch?v=iNmxtoN1YyM

    ResponderExcluir