1

Tradução do BOLETIM No. 5 - ITCCS (Tribunal Internacional para Crimes da Igreja e do Estado) - 11 de junho de 2014

Clique aqui para comentar esta publicação



Últimas Notícias do Julgamento do Papa Francisco emitidas pelo Gabinete da Procuradoria, em Bruxelas - Quarta-feira, 11 de junho de 2014 - Boletim de Informação ao Público No. 5

Neste Relatório:

- Bebês irlandeses podem ter sido assassinados em rituais: Novas testemunhas na Irlanda e na Holanda descrevem mais mortes no Nono Círculo, citaram George Soros, o Príncipe Friso e o primeiro-ministro Holandês

- Unidades de Ação Direta se preparam para encerrar os rituais do Nono Círculo nas igrejas de Montreal e de Dublin

- Os tribunais canadenses de direito comum juntam-se sob a autoridade de uma nova República

- O estupro de criança não é um crime no Catolicismo: a admissão do Arcebispo ao tribunal norte-americano é um sinal de alerta de por que tudo isso tem que acabar



Tuam (Irlanda) e Bruxelas:

Os restos mortais de cerca de 800 bebês encontrados em uma cisterna na Casa de Mães e Bebês da Igreja Católica de Santa Maria perto de Tuam "possuem marcas de assassinato por ritual" de acordo com uma fonte dentro da Garda, a polícia da Irlanda.

"As pessoas do corpo policial nos disseram que a configuração dos restos mortais e a evidência de constante decapitação e desmembramento lembram os sinais usuais de assassinato ritualístico ... Essas crianças não foram apenas cortadas em pedaços, elas foram massacradas."

O governo irlandês e a igreja Católica Romana anunciaram a sua própria "investigação", em loco, da vala comum, e fecharam o local sem declará-lo como sendo uma cena de crime: o procedimento padrão em qualquer encobrimento institucional. Centenas de manifestantes marcharam em Dublin, hoje, até a Câmara irlandesa, ou Parlamento, exigindo uma investigação completa com o poder de julgar.

Nesse meio tempo, enquanto o julgamento de Direito Comum do Papa Francisco e de outros por assassinato e tráfico de crianças prossegue em Bruxelas, uma nova testemunha holandesa esclareceu mais sobre a rede Satânica do Nono Círculo e suas ligações com os assassinatos de crianças na Inglaterra, na Bélgica e na Irlanda.

A testemunha, um funcionário público aposentado, mencionou nove juízes do alto escalão, políticos, o membro do grupo Bilderberg George Soros, e o Príncipe Friso, irmão do atual rei da Holanda, como participantes de assassinatos de crianças que ele observou em Oudergem, Bélgica e em Zwolle, Holanda, durante 1996 e 2000. A testemunha deu o seu depoimento gravado em vídeo na última segunda-feira para os investigadores do Tribunal.

"Em alguns bosques perto de Oudergem, eles caçavam as crianças nuas pela floresta e atiravam nelas ... então eles cortavam os pênis dos meninos mortos e seguravam como troféus. Eu vi soldados belgas patrulhando as florestas e protegendo os homens que caçavam, homens como o Príncipe Friso, o rei Alberto da Bélgica e Mark Rutte, o primeiro-ministro. Eu reconheci George Soros no grupo de caça também, você sabe, o bilionário. Ele é muito amigo da esposa de Friso, Mabel Wisse Smit."

Friso, o irmão mais novo do Rei Willelm da Holanda, morreu de repente em um hospital no ano passado, enquanto se recuperava de um "acidente de esqui." Sua morte veio pouco antes da exposição pública do alto nível de assassinato de criança pelo ex-membro do parlamento belga Laurent Louis.

A testemunha também descreveu a presença de "um prelado católico" em um assassinato isolado de três jovens delinquentes adolescentes perto de Zwolle, na Holanda, em 2004.

"Um sindicato do crime chamado de "O Polvo / The Octopus" fornece as crianças, obtendo-as a partir de centros de detenção juvenil. Havia três delas naquele dia, dois meninos e uma menina. Todos eles foram estuprados e torturados até a morte em uma casa perto de Zwolle pertencente aos gangsters. Friso estava lá, e um prelado católico que eu não reconheci, pois ele falava em inglês. Mas eu me lembro de Friso chamando-o de 'O Irlandês', e ele também se referiu ao Nono ou ao Grupo dos Nove ou algo assim."

A testemunha esteve presente nos assassinatos e é um ex-membro do citado "Octopus", o sindicato do crime que controla o tráfico de drogas na Holanda e na Bélgica. Ele é o quarto informante que se apresenta para descrever assassinatos em rituais por altos funcionários na Holanda e na Bélgica.


Rituais do Nono Círculo indicados para imobilização

Montreal e Dublin:

Xerifes treinados profissionalmente estão se preparando para conter os rituais de sacrifício do Nono Círculo planejados em igrejas católicas em Montreal, Canadá, e em Dublin, Irlanda, neste verão e outono, e para prender e acusar os participantes de assassinato.

Os xerifes estão atualmente em treinamento em Unidades de Ação Direta estabelecidas pelo Tribunal de Justiça de Direito Comum em Bruxelas, e em suas dezenas de filiais locais.

Um comunicado do Gabinete do Xerife do Tribunal diz,
"Nosso objetivo é atingir duas catedrais onde o ritual de assassinato de bebês do Nono Círculo está programado para ocorrer em 15 de agosto e na lua nova, em setembro, estes sendo na Pro Catedral, em Dublin, e na Catedral Maria Rainha do Mundo, em Montreal. Todos os presentes serão presos e acusados perante o Tribunal de suspeita de assassinato de criança. Nós vamos usar toda a força que for necessária para salvar a vida dessas crianças ".

O Gabinete do Xerife irá notificar a polícia da Garda, em Dublin, das suas intenções, e recorrer à sua assistência. Em Montreal, a polícia regular, como agentes da "coroa da Inglaterra" criminalmente condenada, será obrigada a recuar e a não interferir nas ações dos Xerifes, e será acusada de conluio criminoso e de obstrução da justiça, se eles interferirem.


Uma Nova República no Canadá: Tribunais de Direito Comum para receber Legitimidade Constitucional

Winnipeg:

Na esteira dos acontecimentos da condenação penal e da anulação legal no ano passado do Chefe de Estado do Canadá, de Elizabeth Windsor, por Crimes contra a Humanidade, patriotas em todo o Canadá estão se reunindo em Winnipeg neste mês de outubro em uma Convenção Constitucional para estabelecer uma República soberana no Canadá a fim de substituir a chamada autoridade da "Coroa".

A Convenção irá promulgar uma Proclamação de Independência e uma Constituição a ser ratificada pelo povo do Canadá. Ela também irá fornecer uma base legítima para o estabelecimento legalmente de tribunais de direito comum com registro em todo o Canadá.

Kevin Annett, um conselheiro do Conselho Provisório para a República baseado em Winnipeg, disse hoje em um comunicado conjunto com o Presidente do Conselho Cameron Shields,
"Uma mulher em Londres, Elizabeth Windsor, possui todas as terras e minerais do nosso país, e matou e pode matar crianças pelo seu prazer. Ela também se denomina chefe de Estado do Canadá. Não vamos viver sob tal tirania por mais tempo, nem permitir isso aos nossos filhos. Segundo a lei, não há nenhuma autoridade legal no Canadá por mais tempo. Nós temos que criar essa autoridade e sob a regra de direito comum, e uma verdadeira República. Pedimos a cada canadense para se juntar a nós."

A Convenção terá lugar entre 27-31 de outubro de 2014. Ela irá estabelecer a base constitucional para os tribunais de direito comum no Canadá e para a desestabilização legal da Coroa da Inglaterra e do seu patrocinador, a Igreja de Roma.

O Conselho emitiu um projeto de Constituição e Proclamação aos delegados da Convenção. Para receber uma cópia e participar da Convenção, entre em contato com o Conselho através do e-mail [email protected] .


Um comentário final: Estupro de criança não é crime no Catolicismo - a admissão do Arcebispo é um sinal de alerta

O Arcebispo Robert Carlson afirmou esta semana para advogados norte-americanos que ele "não estava ciente de que o estupro infantil é um crime". Carlson é responsável pela ocultação de tráfico de crianças por sacerdotes na sua diocese em Minneapolis, já em 1980. (NBC News, 10 de junho de 2014)

As observações ultrajantes de Carlson não são uma aberração ou um motivo para simplesmente ficarmos indignados: elas são, na verdade, uma descrição honesta da atitude e da política Católica oficial. O estupro de crianças não é um crime pelo "direito canônico" católico (ver Crimen Sollicitationaswww.hiddennolonger.com, apêndice 9), nem de acordo com os valores depravados do clero e das autoridades católicas.

Quando Carlson expressa dúvida sobre se é errado estuprar uma criança, nós dificilmente deveríamos ficar surpresos. Ele foi criado em uma cultura religiosa que condena e despreza o crime porque ela se beneficia imensamente disso no montante de muitos bilhões de dólares por ano na indústria de tráfico de crianças.

Quanto tempo iria durar qualquer político se ele fizesse a observação de Carlson? A Igreja de Roma, é claro, pode ir longe com o assassinato e com este tipo de obscenidade, e vai, o tempo todo.

Então, por que o mundo está tolerando a existência contínua desta igreja: a pior instituição matando criança na história da humanidade?

Dê a sua resposta nas ruas, e não apenas na sua indignação recém-despertada.

……………..

Para contatar o Tribunal ou suas filiais locais a fim de ser voluntário em qualquer aspecto do seu trabalho, entre em contato através do e-mail [email protected] ou[email protected]. As mensagens podem ser transmitidas pelo telefone 386-323-5774 (EUA) ou 250-591-4573 (Canadá).

Aguardem mais Boletins do Tribunal.

Emitido pelo Gabinete da Procuradoria, Agência de Informação Pública, Bruxelas

11 de junho de 2014


******


***

Tradução e postagem: Portal dos Anjos e das Estrelas de Luz


Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

Um comentário:

  1. sos planeta antes que seja tarde http://sejavegano.com.br

    ResponderExcluir