*Comunicado Especial do ITCCS* - 27 de maio de 2014

Clique aqui para comentar esta publicação




A referência do Papa à "massa satânica" em relação ao estupro católico de crianças constitui o "seu conhecimento tácito" de tal crime: Tribunal de Direito Comum... Sobreviventes indignados exigem renúncia imediata do Papa por "insensibilidade sádica"



Comunicado Especial do ITCCS - terça-feira, 27 de maio de 2014

Notícia: Em ‘notícias do mundo’, a BBC informou hoje que Jorge Bergoglio (conhecido por "Papa Francisco") comparou o estupro de crianças por padres católicos à atuação de uma "massa satânica"

Bruxelas:
Depois de ser acusado publicamente e indiciado por participar do tráfico de crianças e do assassinato envolvendo rituais satânicos aparentes, Jorge Bergoglio demonstrou hoje que ele tem um "conhecimento tácito" de tais práticas satânicas na sua igreja, associando-as ao estupro de crianças por padres católicos, segundo o Tribunal que agora o está processando.
A Procuradoria do Tribunal Internacional de Justiça de Direito Comum disse hoje em Bruxelas,
"Nossa posição é que as observações bizarras de Jorge Bergoglio não são mera coincidência, mas revelam que ele entende que o estupro de crianças dentro da sua igreja está ligado a rituais satânicos em que ele mesmo participa. Consideramos as declarações do Papa uma admissão tácita de culpa e mais evidência do seu envolvimento neste crime monstruoso."
Ruth Leopold, de 51 anos, uma sobrevivente americana do ritual Católico de tortura e estupro, que lidera a delegação de sobreviventes no Tribunal, disse hoje em um comunicado a outros membros da sua rede Contra o Terror da Igreja,
"Qualquer idiota sabe que mesmo fazendo menção de alavancar palavras como "massa satânica" vai voltar a traumatizar as vítimas de tortura satânica. Então, nós consideramos as declarações do Papa como do tipo mais baixo de insensibilidade sádica. Talvez as suas palavras foram deliberadamente concebidas para fazer mais de nós nos matar, agora que o estamos acusando de tomar parte no ritual de assassinatos do Nono Círculo. É hora dele pedir demissão."
O Tribunal de Justiça de Direito Comum está no meio da sua terceira sessão fechada em que muitas testemunhas e documentação de arquivo claramente vinculam o Papa Francisco, o Arcebispo de Canterbury Justin Welby e o chefe jesuíta Adolfo Pachon ao ritual de estupro e de assassinato de crianças recentemente, em 2010. Pachon anunciou a sua renúncia na semana passada, e o Papa também mencionou que ele está considerando "aposentadoria antecipada".
Os comentários de Bergoglio sobre práticas satânicas foram incluídos no caso da Procuradoria contra ele, junto com novas evidências a partir de fontes do Vaticano detalhando os esforços recentes do Papa para encobrir as atividades do Nono Círculo e para acabar com o Tribunal através de meios secretos. Esta prova será descrita no próximo Boletim de Informação Pública do Gabinete da Procuradoria.
Emitido pela Central do ITCCS e pela Diretoria do Tribunal
27 de maio de 2014
Bruxelas


******


***

Tradução e postagem: Portal dos Anjos e das Estrelas de Luz

************


Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário