Intenso abalo sísmico que atingiu 7.7 graus na escala Richter foi registrado no mar de Okhotsk (mar entre Rússia e Japão), na Rússia

Clique aqui para comentar esta publicação


Terremoto de 7,7 graus atinge mar entre Rússia e Japão

14 de agosto de 2012
Um forte terremoto, com uma magnitude de 7,7 graus na escala Richter, atingiu o Mar de Okhotsk, entre o leste da Rússia e o norte do Japão, na madrugada desta terça-feira.

Segundo informações do USGS (serviço geológico dos Estados Unidos), que inicialmente divulgou magnitude 7,3, o tremor ocorreu por volta da das 11h na região atingida (meia-noite no horário de Brasília) e teve epicentro a 168 km da cidade russa de Poronaysk e a 1622 km de Tóquio, capital japonesa.

As informações preliminares apontam uma profundidade de 625.7 km. Ainda não há alerta de tsunami na região.

Os tremores foram sentidos com uma intensidade de 3 na escala fechada japonesa (com máximo de 7) em várias localidades das províncias de Hokkaido, Aomori e Iwate, embora a imprensa local não tenha comunicado danos em nenhuma delas. Estações de medição nas províncias de Ibaraki, Saitama, Yamagata, Miyagi e Akita registraram um máximo de 2.

Na província de Fukushima, que junto a Miyagi e Iwate esteve entre as mais afetadas pelo terremoto e o tsunami de março de 2011, só registrou grau 1.

Nenhuma das usinas nucleares na zona, incluída a de Fukushima Daiichi, informou problemas devido ao sismo. O terremoto não afetou o serviço de trem-bala e não produziu interrupções nas estradas ou nas provisões de água e eletricidade.

Com informações da Agência EFE
Extraído de: http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI6077001-EI8143,00-...

Mar de Okhotsk
Coordenadas: 54° 16′ 7" N, 148° 33′ 26" E

O Mar de Okhotsk (do russo Okhotskoe more) faz parte do Oceano Pacífico ocidental, estendendo-se entre a península de Kamchatka e as ilhas Curilhas a leste, a ilha japonesa de Hokkaido a sul e a ilha Sacalina a costa oriental da Sibéria, entre as ilhas Shantar e Okhotsk, a oeste e, a norte, a costa sul da extremidade oriental da Sibéria, entre Okhotsk e o Golfo de Shelikhov.

Liga-se ao mar do Japão através do golfo de Sacalina e do golfo da Tartária a oeste da ilha Sacalina, e pelo estreito de La Pérouse ao sul da mesma ilha. Sem contar com as ilhas costeiras, a única ilha do mar de Okhotsk é a remota e minúscula ilha de São Jonas (Ostrov Svyatovy Iony).

A maior parte do mar de Okhotsk, exceto a área em torno das Curilhas, congela durante o inverno. No verão, os icebergs descongelam e o mar volta a ser navegável.

Extraído de: http://pt.wikipedia.org/wiki/Mar_de_Okhotsk

***
Trecho da publicação
Veja mais detalhes deste terremoto no site http://portaldosanjos.ning.com
Postado por Andrea Cortiano

Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário