Satélite registra imagens espetaculares do eclipse solar

Clique aqui para comentar esta publicação


O eclipse anular do Sol ocorrido em 20 de maio não foi visto apenas por observadores aqui na Terra. Do espaço, o telescópio solar HINODE registrou imagens espetaculares, captadas de um ponto de vista único e se da Terra o eclipse foi do tipo anular, visto do Hinode o eclipse foi do tipo parcial.

Diferente dos telescópios solares que ficam estacionados em locais de equilíbrio gravitacional, conhecidos como Pontos de Lagrange, Hinode orbita a Terra a 630 km de altitude, em um tipo de órbita conhecida como helio-síncrona. Isso permite que o satélite observe o Sol 24 horas por dias a partir de uma perspectiva praticamente igual a dos observadores terrestres.


No entanto, o ângulo de observação do satélite com relação à Lua é ligeiramente diferente daquele visto da Terra, o que aumenta consideravelmente a paralaxe.


Em astronomia, paralaxe é a diferença na posição aparente de um objeto visto por observadores em locais distintos. Se aqui da Terra a Lua pareceu encaixada exatamente no centro Sol dando a ilusão de um eclipse anular, do ponto de vista do Hinode essa precisão não aconteceu e o evento teve a aparência de um eclipse parcial, com a Lua transitando parte o disco solar.

Devido ao tipo de órbita, o satélite Hinode registrou o eclipse durante quatro orbitas seguidas e produziu a bela sequência de imagens mostradas no vídeo.

Fonte: http://www.apolo11.com/spacenews.php...

Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário