Nasa explica Super Lua do dia 5 de maio (atualizado)

Clique aqui para comentar esta publicação



O motivo da Lua parecer maior neste sábado (e domingo também) não é nenhuma ilusão de ótica. Isso vai acontecer por que nosso satélite estará pelo menos 50 mil quilômetros mais perto de nós e dará a impressão de ser 15% maior que o normal. Com esse tamanho todo a Lua brilhará 30% mais forte.

Isso acontece porque a Lua não gira ao redor da Terra em um círculo perfeito e sim em uma elipse achatada, fazendo com que o astro ora fique mais perto, ora mais longe da Terra. A maior aproximação vai ocorrer às 23h33 pelo horário de Brasília e quando isso acontecer a Lua estará a exatos 356.955 km de distância da Terra, no chamado perigeu.

Se você não lembra, no ano passado a distância mínima foi ainda menor e o astro ficou a apenas 356.577 km do nosso planeta.

Marés
Durante o período de maior aproximação são observadas as conhecidas marés de perigeu, quando a atração gravitacional da Lua "puxa" as águas do oceano alguns centímetros a mais que o normal. Dependendo da geografia local esse efeito pode produzir elevações oceânicas que em alguns casos podem chegar a 15 centímetros, provocando algumas instabilidades. No entanto, nada disso causará transtornos, portanto não é preciso ficar preocupado e sair correndo!

Tamanho Aparente

Por razões ainda não perfeitamente compreendidas e explicadas por astrônomos ou neurocientistas, a Lua ou Sol quando vistos próximos ao horizonte e rodeados de árvores e prédios parecem maiores que o normal. A explicação mais comum é fato de não existir nenhuma referência que nos permita estimar distâncias quando olhamos para cima de nossas cabeças, uma vez que temos a ilusão de que a abóbada celeste não é uma semiesfera, mas uma calota achada no zênite.

Por outro lado, o céu no horizonte nos parece muito mais afastado. Quando olhamos para o horizonte nossos olhos contemplam os campos, bosques, montanhas, prédios e colinas e isso nos permite fazer comparações de distâncias e afastamentos, tornando os astros próximos ao horizonte aparentemente maiores. Essa ilusão é tão real que o próprio azul, nuvens, constelações, estrelas e planetas parecem incrustados na abóbada celeste.

Apesar de ser essa a explicação formal e também a mais aceita pelos pesquisadores, ela ainda é alvo de estudos por parte dos neurocientistas, que buscam compreender melhor como nosso cérebro funciona.

http://www.apolo11.com/

Dailymail publicou:

Maior Lua Cheia do ano, devido a Super Lua neste fim de semana, levanta marés ao redor do planeta
http://www.dailymail.co.uk/sciencetech/... (inglês)


Veja o vídeo da Nasa com a explicando o fenômeno:

Canal do youtube: NASAtelevision
O que é Apogeu e Perigeu Lunar?

Foto: http://cienctec.com.br/wordpress/

Apesar de já termos vivenciado os dois fenômenos, a gente acaba esquecendo o tema, até que ele volta a se repetir (e a gente tem sorte de estar vivo para vê-lo mais de uma vez).

Os dois fenômenos são opostos, sendo que no Apogeu a Lua está no ponto mais distante de sua trajetória ao redor da Terra, e no Perigeu a Lua está o mais próximo dessa trajetória, que é elíptica (ou seja, a Lua faz círculos ovais ao redor da Terra), e isso ocorre a cada estação lunar de 28 dias. Entretanto, neste ano de 2011 a Lua apresenta um Perigeu maior que o de costume, sendo o presente comparado ao de 18 anos atrás (foi em 1993, você lembra?).

A Lua não aumenta de volume, apenas nossa percepção de que ela está maior é que muda, pois ela passa mais perto de nós.


Nesse vai e vem, a cada 28 dias, a Lua produz efeito gravitacional que influencia o movimento das marés. Veja abaixo foto da Lua nos 2 momentos (Nasa):


Fotos da Lua no Apogeu e no Perigeu, feitas pela Nasa, no ano de 2006.
http://joserrilucena.blogspot.com.br/2011/03/o-que-e-apogeu-e-perigeu-lunar.html

Horário que a Lua irá nascer e se pôr

Dia
Nascer
Poente
Lua
04/05/2012
16h21
04h36
Lua Cheia
05/05/2012
17h13
05h43
Lua Cheia Grande
06/05/2012
18h08
06h50
Lua Cheia

Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário