Asteroide recém descoberto raspa a Terra nesta segunda-feira

Clique aqui para comentar esta publicação


Nota Segundo Sol: Esta notícia é ótima parar mostrar como estamos "vulneráveis" a pseudo-tecnologia de nossos cientistas, que se julgam conhecedor do cosmos, e que sua  tecnologia sendo capaz de mapear longínquas galáxias, previu com pouca antecedência um asteroide capaz de fazer um grande dano no planeta, caso sua rota fosse de colisão com a Terra. 
Um asteroide recém descoberto, viajando a 46 mil km/h deverá raspar a atmosfera da Terra nesta segunda-feira. O objeto tem cerca de 20 metros de comprimento e está chamando a atenção devido a grande aproximação com nosso planeta.

Clique aqui ou na imagem para Ampliar

Batizado de 2012 KP24, o asteroide foi descoberto no dia 23 de maio através do telescópio G96, instalado em Monte Lemmon e operado por astrônomos ligados ao centro Catalina de Pesquisas do Céu, da Universidade do Arizona.

Cálculos realizados neste domingo mostram que a menor distância entre a Terra e o asteroide no momento da máxima aproximação será de 0.15 LD, cerca de 56 mil km de distância, ligeiramente acima da órbita dos satélites geoestacionários. O horário previsto para o encontro será às 15h20 UTC ou 12h20 BRT.

Retrocedendo no tempo, é possível afirmar que 2012 KP24 já passou pela vizinhança da Terra em 31 de maio de 1939, mas a uma distância bem maior, estimada em 3.5 milhões de quilômetros.

Aqui do Brasil, a observação do asteroide a olho nu é impossível. O objeto tem dimensões diminutas e é muito rápido, mas tentativas de observação pode ser feitas com auxílio de instrumentos. NA região sudeste e em outras partes do leste do país o objeto pode ser encontrado às 23h30 BRT deste domingo no quadrante norte, a 28 graus de elevação acima do horizonte.

Apesar da grande aproximação, não existe qualquer risco de colisão com nosso planeta e mesmo se esta possibilidade existisse, as pequenas dimensões do asteroide não permitiriam que os fragmentos atingissem a superfície, desintegrando-se em chamas na alta atmosfera.

Fonte: http://www.apolo11.com/cometa_73p.php?titulo=Asteroide_recem_descoberto_raspa_a_Terra_nesta_segunda-feira&posic=dat_20120527-104146.inc
Nota Segundo Sol: Um asteroide de aproximadamente 50 metros, seria tão destrutível como o evento de Tunguska que ocorreu em 30 de junho de 1908 na Sibéria com uma força equivalente de uma bomba de hidrogênio de 40 megatons (40 bombas atômicas de Hiroshima). wikipedia

Vide vídeo abaixo do History Channel:


 via: www.segundo-sol.com

Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário